Pilates Clínico

 
 

Principais benefícios:

  • Melhora a postura e fortalece a coluna de maneira sistemática;
  • Melhora o equilíbrio;
  • Alivia as dores;
  • Melhora a condição física e a qualidade de vida.

O Pilates Clínico é recomendado para as pessoas que sofrem com alterações posturais, desequilíbrios musculares, problemas articulares, fibromialgia, dor lombar, dor cervical, hérnia de disco, tensão muscular, entre outras condições.

Além disso, o Pilates Clínico também proporciona uma melhor qualidade de vida para os pacientes, uma vez que trabalha a postura, força muscular, flexibilidade, coordenação motora e equilíbrio.

appi2

O Pilates Clínico é uma modificação do método do Pilates Tradicional e foi criado pela APPI©(Australian Physiotherapy & Pilates Institute), que é o único instituto da Europa a promover o Pilates específico para fisioterapeutas. A modificação da técnica consiste na adaptação e abolição de alguns exercícios que causam sobrecargas excessivas ou compensações indevidas sobre a coluna vertebral.

O Pilates Clínico tem por objetivo retreinar a estabilização segmentar dinâmica da coluna, reabilitando e condicionando os músculos profundos estabilizadores (transverso do abdômen e multifido), que perdem sua função durante um quadro de dor ou lesão local. Dessa forma, o Pilates Clinico trata com eficiência a dor lombar e cervical aguda ou crônica, protusões discais (herniações), como também, nos processos de reabilitação pós-operatória.

backpain1

O Pilates Clínico tem por objetivo a reeducação postural de uma forma mais dinâmica, rápida e prazerosa, ao contrário da técnica do RPG, que é estática pelo uso de posturas globais. O Pilates Clínico atua de forma específica e individualizada, pois cada paciente tem o seu mecanismo de compensação diante das alterações da coluna vertebral.

Para um resultado mais rápido e efetivo, os exercícios terapêuticos são utilizados para devolver a funcionalidade específica do indivíduo, de acordo com a solicitação corporal que ele necessita, seja nas atividades de vida diária ou nas práticas esportivas.

O uso do Pilates no tratamento das disfunções, como por exemplo da coluna vertebral, torna o tratamento individualizado, proporcionando uma reabilitação dinâmica, mais rápida e com resultados duradouros, além de ser uma excelente ferramenta para a prevenção de lesões e compensações inadequadas, especialmente para esportistas e os praticantes de atividade física regular.

Diferenças entre o Pilates Tradicional e o Pilates Clínico

PILATES Tradicional

  • Criado na década de 20 pelo alemão Joseph Pilates;
  • Contração máxima dos músculos abdominais;
  • Não preserva as curvaturas fisiológicas da coluna vertebral;
  • Na época o público alvo eram os bailarinos e atletas de alta performance;
  • Os exercícios possuem a mesma dosagem rigorosa para todos os praticantes;
  • Aplicado por educadores físicos, atletas, bailarinos.

PILATES Clínico

  • Adaptado nos anos 90 a partir de estudos científicos;
  • Ativação isolada do transverso do abdômen;
  • Preserva as curvaturas fisiológicas por trabalhar em posição neutra;
  • Foco na reabilitação específica tanto para jovens, adultos, atletas e gestantes;
  • Os exercícios são dosados de acordo com a precisão da habilidade e fadiga;
  • Aplicado somente por fisioterapeutas habilitados na técnica.