Prolapso de Órgãos Pélvicos

O Prolapso de órgãos pélvicos, conhecido popularmente como “bexiga caída” ou até mesmo “bola na vagina”, é a exteriorização de órgãos pelo canal vaginal ou anal. Acontece devido ao enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico e dos ligamentos que tem o papel de sustentar esses órgãos. Os órgãos que geralmente são projetados para fora são bexiga, útero e reto.

 

Como a fisioterapia pode ajudar?


Nos casos mais leves (grau I e II) ou no caso da paciente não poder realizar a cirurgia para correção do grau III, a fisioterapia tem grande atuação e ótimos resultados, pois ajuda no fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico para que o quadro do prolapso não se agrave.


Já nos casos mais graves (grau III e IV), a cirurgia é a melhor (e às vezes única) opção de tratamento, porém, a fisioterapia pode atuar no pós-operatório ajudando a manter os bons resultados obtidos com a cirurgia.

O Prolapso de órgãos pélvicos, conhecido popularmente como “bexiga caída” ou até mesmo “bola na vagina”, é a exteriorização de órgãos pelo canal vaginal ou anal. Acontece devido ao enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico e dos ligamentos que tem o papel de sustentar esses órgãos. Os órgãos que geralmente são projetados para fora são bexiga, útero e reto.
Nos casos mais leves (grau I e II) ou no caso da paciente não poder realizar a cirurgia para correção do grau III, a fisioterapia tem grande atuação e ótimos resultados, pois ajuda no fortalecimento dos músculos do assoalho pélvico para que o quadro do prolapso não se agrave.
Já nos casos mais graves (grau III e IV), a cirurgia é a melhor (e às vezes única) opção de tratamento, porém, a fisioterapia pode atuar no pós-operatório ajudando a manter os bons resultados obtidos com a cirurgia.
Retornar